top of page
Buscar

Kurytiba Metropole inicia sua participação na construção de agenda democrática nacional

A Kurytiba Metropole participa do eixo "Educação Cidadã", parte da iniciativa "Democracia Forte", realizada pela rede nacional "Pacto pela Democracia".



Nesta terça-feira, 7 de maio de 2024, foi dado o pontapé inicial do grupo de trabalho "Educação Cidadã", com participação da Kurytiba Metropole. A iniciativa é desenvolvida no âmbito da iniciativa "Democracia Forte", da rede "Pacto pela Democracia".


Este eixo, ou pilar, faz parte de um conjunto de 8 eixos esseciais para a manutenção da democracia brasileira, a partir dos ataques ocorridos em 8 de janeiro de 2023. Os outros incluem: Forças de segurança; Responsabilização; Participação social; Sistema eleitoral; Debate público; Monitoramento internacional; e Equilíbrio dos poderes.


O grupo de trabalho "Educação Cidadã", que conta com a participação de outros membros da rede Pacto pela Democracia, tem como objetivo aprofundar sobre o que se entende como educação cidadã ou política, e elaborar propostas concretas nesta temática como forma preventiva, para evitar uma ruptura da democracia no Brasil.


O encontro inicial foi bastante produtivo e um panorama geral sobre os conceitos mais importantes relacionados à temática já foi delineado. Durante as próximas reuniões do grupo de trabalho, continuaremos a construção dos produtos e propostas, que serão apresentados em sua versão final no começo de 2025.


Esta iniciativa se conecta muito diretamente a um dos projetos atualmente sendo desenvolvidos pela Kurytiba Metropole na frente de trabalho "Democracia Participativa e Inclusiva". O projeto da KM está relacionado à elaboração de um curso de democracia e política local para Curitiba e região, que servirá como uma espinha dorsal para compartilhar conhecimento sobre como funciona a democracia local e como agir de forma efetiva no contexto político atual.


Esta iniciativa é crucial, uma vez que no cenário global atualmente (2023) temos 71% da população vivendo em autocracias segundo o Instituto V-Dem (em 2003 esse número era 50%), e no cenário local (Instituto Sivis/Atuação, 2017) os maiores desafios são nas áreas de cultura/educação democrática e participação política.


A educação política, cívica e democrática é imprescindível para a manutenção do regime democrático brasileiro e é excelente poder participar desta construção com tantas outras organizações da sociedade civil por todo o país.


Equipe Kurytiba Metropole










3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page