top of page
Buscar

Palestra sobre Desigualdades na RMC no Festival de Inovação de Curitiba

O diretor executivo da Kurytiba Metropole, Rafael Oliveira, participou do Festival de Inovação de Curitiba com uma palestra sobre desigualdades na região



No Festival de Inovação de Curitiba, Rafael Oliveira, Diretor Executivo da Kurytiba Metropole, trouxe à tona uma questão crítica: "Quais são os níveis de desigualdade que estamos dispostos a tolerar em nossa sociedade?"


Esta reflexão iniciou uma discussão sobre a necessidade de compreender e agir sobre as desigualdades socioeconômicas na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Através de uma parceria com o grupo de Economia Ecológica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), estão sendo desenvolvidos os "Mapas das Desigualdades". Os documentos nas temáticas renda e riqueza, e trabalho já foram publicados. Ainda em 2024, serão publicados os próximos documentos, nas temáticas saúde e educação.


Sobre as desigualdades de renda, os dados coletados mostram que, embora tenha havido uma ligeira melhora, os números ainda representam uma grande preocupação. Em 2010, o coeficiente de Gini de Curitiba foi registrado em 0,57, um número alarmantemente alto, que coloca a cidade em paralelo com países que mais enfrentam grandes disparidades econômicas (os maiores valores do mundo estão na faixa de 0,65 - quanto mais perto de 1, maior a concentração).


Mais recentemente para Curitiba, em 2021, este número caiu para 0,51, indicando uma melhora, porém, ainda distante do coeficiente de 0,3 recomendado por especialistas em sustentabilidade urbana. Os valores para os outros municípios da região também estão acima do valor recomendado.


A palestra também abordou as consequências diretas da desigualdade, tais como insegurança e polarização política, destacando a necessidade de abordagens equitativas. A equidade, que enfatiza tratar os iguais como iguais e os diferentes de acordo com suas necessidades específicas, foi discutida como uma abordagem fundamental para mitigar esses problemas.


Rafael apresentou exemplos inspiradores de outras regiões, como a regionalização do orçamento no município de São Paulo, onde o financiamento é direcionado com base na vulnerabilidade das subprefeituras. Este modelo garante que os recursos sejam alocados onde são mais necessários, sugerindo uma política que poderia ser adaptada por Curitiba e sua Região Metropolitana para abordar suas próprias desigualdades.


Encerrando a palestra, Rafael reforçou a importância de iniciativas colaborativas e o engajamento da comunidade para enfrentar esses desafios. Agradecendo ao Festival de Inovação de Curitiba pela plataforma, reiterou que apenas através de esforços conjuntos e políticas bem fundamentadas podemos esperar alcançar uma sociedade mais justa e equilibrada.


O compromisso da Kurytiba Metropole com essa causa permanece firme, buscando sempre inspirar e implementar ações que transformem positivamente a região. Equipe Kurytiba Metropole

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page