top of page
Buscar

Evento de lançamento do Mapa das Desigualdades de Curitiba

Nesta quarta-feira, dia 16 de agosto de 2023, ocorreu o lançamento oficial do Mapa das Desigualdades de Curitiba e região em evento presencial na Sala de Conferências do Setor de Ciências Sociais Aplicadas na UFPR, Campus Jardim Botânico.


O evento teve como objetivo apresentar os documentos do projeto Mapa das Desigualdades para a sociedade e agentes públicos.


O projeto Mapa das Desigualdades é uma parceira de 5 anos entre a Kurytiba Metropole e o GEMAECO (Grupo de Estudos em MacroEconomia Ecológica) da UFPR e visa produzir uma melhor compreensão das dinâmicas de desigualdades da região de Curitiba.


Os primeiros documentos produzidos foram um documento conceitual, trazendo as principais definições utilizadas no projeto, e o primeiro conjunto de mapas, relacionados a temática "Renda e Riqueza".


Além da temática "Renda e Riqueza", o projeto lançará futuramente outros mapas relacionados a outras dimensões das desigualdades, como trabalho, educação, saúde, mobilidade, alimentação, segurança, entre outras.


Para cada temática lançada, a primeira fase será sempre apresentar as informações qualificadas para a sociedade sem análises e interpretações. Isso permite que as informações cheguem até os cidadãos e agentes públicos de uma forma objetiva e pragmática, gerando oportunidade de interpretações distintas, o que enriquece o projeto.


Em um segundo momento, a Kurytiba Metropole e o GEMAECO aprofundarão as análises das causas, consequências e propostas para enfrentamento das desigualdades na região.


Dito isso, dentro do mapa de Renda e Riqueza são destacadas algumas informações como:

  • 3 municípios dos 13 analisados concentram 70% da população;

  • os municípios com menor rendimento médio apresentam os menores coeficientes de Gini (quanto menor o coeficiente, menor a desigualdade);

  • a diferença de renda média da população entre os municípios com maior e menor valores é de 7,5 vezes;

  • a diferença de patrimônio líquido médio da população entre os municípios com maior e menor valores é de 15,8 vezes;


Mais do que trazer conclusões imediatas, esta primeira etapa traz novas dúvidas e possibilidades de pesquisa e investigação. Com o aprofundamento destas avaliações, será possível encontrar padrões e tendências para poder auxiliar a formulação de novas políticas públicas metropolitanas baseadas em evidências e contexto local.


Além do evento de lançamento, o projeto também repercutiu na mídia:


Estas primeiras publicações do projeto podem ser novamente apresentadas para públicos interessados. Para isso ou qualquer informação ou dúvida, entre em contato pelo email: contato@kurytibametropole.org


A Kurytiba Metropole agradece a todas e todos que participaram deste processo (um agradecimento especial para o artista e designer Bruno Ferreira, responsável pelo conceito visual dos documentos) e do evento de lançamento, e reafirma seu compromisso em continuar o projeto para uma melhor compreensão e enfrentamento propositivo local das desigualdades.


Equipe Kurytiba Metropole

47 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page