top of page
Buscar

Índice de Dados Abertos das Cidades e a Situação de Curitiba

Explorando os desafios e oportunidades para Curitiba alcançar maior transparência e eficiência na gestão pública através de dados abertos.



O Índice de Dados Abertos para Cidades 2023 (ODI Cidades), publicado pela Open Knowledge Brasil (OKBR), é uma ferramenta importante para avaliar a disponibilidade e qualidade de dados abertos governamentais nas capitais brasileiras. Este índice, lançado em junho de 2024, analisou 111 conjuntos de dados em 15 áreas de políticas públicas em cada uma das 26 capitais do Brasil, criando um panorama abrangente da transparência nas gestões municipais.


A Importância dos Dados Abertos

Dados abertos são fundamentais para a transparência governamental, permitindo que a sociedade acompanhe e avalie políticas públicas, além de defender direitos fundamentais. A ausência desses dados, frequentemente referida como "apagão de dados," compromete a capacidade de monitorar áreas críticas como saúde, meio ambiente e educação, entre outras. O ODI Cidades 2023 destaca a necessidade urgente de maior transparência e abertura de dados no Brasil.


Metodologia do ODI Cidades 2023

A avaliação do ODI Cidades 2023 é baseada em uma série de critérios rigorosos que medem a acessibilidade, licenciamento, documentação, formato, detalhamento e temporalidade dos dados disponíveis. Cada um dos 111 conjuntos de dados foi analisado por uma equipe especializada, garantindo precisão e uniformidade nas avaliações. A coleta de dados ocorreu de julho a outubro de 2023, e a análise final foi realizada até abril de 2024.



Desempenho de Curitiba

Curitiba foi uma das capitais avaliadas no ODI Cidades 2023 e obteve a 4ª colocação geral. Sua posição no ranking reflete tanto avanços quanto desafios na abertura de dados governamentais.


Comparação com Outras Capitais

Em comparação com outras capitais, Curitiba está em uma posição acima da média. São Paulo e Belo Horizonte lideram o ranking, mas também enfrentam desafios similares em diversas áreas. A maioria das capitais brasileiras ainda está classificada no nível "Opaco," indicando baixa disponibilidade e qualidade dos dados abertos.



Recomendações

Para melhorar sua posição no ODI Cidades e, mais importante, promover uma gestão pública mais transparente e eficiente, Curitiba deve:


Expandir a Disponibilidade de Dados: Ampliar a gama de conjuntos de dados disponíveis, especialmente nas áreas de educação, saúde e segurança pública.


Melhorar a Qualidade dos Dados: Garantir que os dados publicados atendam aos critérios de abertura, incluindo acessibilidade, documentação completa e formatos não-proprietários.


Promover a Cultura de Dados Abertos: Desenvolver políticas e planos específicos para a abertura de dados, com a participação da sociedade civil e o uso de portais de dados abertos mais robustos e integrados.



O Índice de Dados Abertos para Cidades 2023 oferece uma visão clara dos desafios e oportunidades para Curitiba no campo da transparência governamental. A cidade possui uma base razoável, mas precisa continuar avançando para garantir que a abertura de dados não apenas melhore a classificação no índice, mas também contribua para uma gestão pública mais eficiente e participativa.


A Kurytiba Metropole, como integrante do Comitê Técnico de Dados Abertos de Curitiba, pode desempenhar um papel crucial na promoção e cobrança de maior transparência, incentivando o uso de dados abertos para o benefício de toda a comunidade.


Equipe Kurytiba Metropole

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page